quarta-feira, 8 de julho de 2009

Soldado Amarelo


Numa escala entre um caminho e outro, em Charlotte - USA, passou por mim o tal soldado. Mas... soldado?, pensei. Ele é da minha idade ou ainda mais jovem que eu! O espanto. O texto saiu gritando pelos dedos, agarrou com força as páginas de um bloquinho de papel, como se tivesse medo. Continuei o caminho que era meu, mas aquele soldado também era eu.



[ficha técnica]

ilustração - álvaro andrade
texto
- álvaro andrade
leitura -
álvaro andrade
música -
cebola pessoa

Um comentário:

lalai disse...

olha só! ficou muuito legal.
e ôxe, álvaro! esse desenho tá muito bom!