sexta-feira, 8 de maio de 2009

A hora da borboleta

Sei que vai ser difícil acreditar, mas este texto era parte de uma história de terror, até aparecer essa música sexy, algo psicodélica, que raptou o excerto e tomou-o como seu. Não tentei um resgate, essas coisas acontecem, textos são tão volúveis quanto as pessoas em seus relacionamentos, e o que todo mundo busca, enfim, é um encaixe perfeito.


[ficha técnica]

texto - breno fernandes
leitura - verónika méndez
música - ugo sangiorgi

2 comentários:

lalai disse...

quem manda falar de borboleta?
a historinha criou asas. ;D

e ficou muito bom assim.

Verdejah disse...

Muito envolvente! =)